NOTÍCIAS


Caxias do Sul registra queda volumosa de granizo neste sábado, dia 13

Outros municípios do nordeste do Rio Grande do Sul também foram afetados; casas ficaram destelhadas na região e houve vento de 88,6 km/h em Bento Gonçalves

April 14, 2019 12:01  |  Redação - Canal Rural
granizo

Canal Rural, com informações da Somar Meteorologia

A região nordeste do Rio Grande do Sul registrou queda volumosa de granizo neste sábado, dia 13, o que deixou completamente coberta de branco ruas de Caxias do Sul, cidade mais atingida pela ocorrência e com acumulados de quase 30 mm.  

Dezenas de casas foram destelhadas no município, mas ainda não há registro das perdas ocorridas na área rural. De acordo com comunicado da prefeitura de Caxias do Sul, ainda não havia sido recebido nenhum pedido de agricultores para a Defesa Civil. Como há poucas culturas em plena safra, não foram constatados prejuízos até o momento.
 
Devido ao acúmulo de granizo, a alça de saída da RSC-453 em Caxias do Sul, o Viaduto do Torto, teve o trânsito interrompido, de acordo com a Polícia Rodoviária Estadual. 

Segundo a prefeitura, já na tarde de sábado equipes de servidores iniciaram socorro às residências. Centenas de bocas-de-lobo foram desobstruídas, retirando-se acúmulo de pedras de gelo e de folhas e galhos picotados pelo granizo. Retroescavadeiras foram utilizadas para liberar as ruas.

granizo em Caxias do Sul (RS)
Foto: Leandro Pavan/Defesa Civil de Caxias do Sul (RS)

Também houve queda de granizo entre Roca Sales e Encantado, no Vale do Taquari. Em Bento Gonçalves, que também registrou granizo, os ventos chegaram a 88,6 km/h às 17 horas.

Segundo a Defesa Civil da Serra Gaúcha, cerca de 160 residências foram destelhadas na região. Os bombeiros distribuíram lonas e removeram obstáculos em ruas e rodovias que poderiam representar risco de acidentes. 

As chuvas nessa região gaúcha foram causadas pela umidade que vem do mar, trazidas pela circulação do ventos no oceano, também pelo calor e por um cavado (causado pela ondulações atmosféricas a mais de 10 km). A topografia da região também teve influência,  pois ela causa uma brisa durante a tarde e que se desenvolve ao longo das encostas da montanha.

Como surge o granizo

O granizo se forma a partir das gotas d’água, que vêm da superfície da terra e de rios, e que se elevam quando o ar está mais quente. AS gotas então se chocam umas com as outras, aumentando assim de tamanho e formando nuvens. Essas, por sua vez, se formam em locais com temperaturas elevadas e com alta umidade. 
 
Ao chegar a 5 km de altitude, onde as temperaturas estão muito abaixo de zero grau, as gotas viram gelo. Geralmente as nuvens que provocam queda de granizo são chamadas de cumulonimbus (CB) e chegam a 18 km de altitude. Mas esse granizo só consegue cair se tiver um tamanho grande e for pesado, vencendo a força da corrente de ar quente que mantém o gelo dentro da nuvem.